Governador assina acordo que possibilita voo regular entre Aracaju e Buenos Aires



15/09/17 12h22   Turismo Imprimir
Será o primeiro voo internacional regular saindo de Sergipe, o que movimentará a atividade turística e a economia do estado
 
 
 

A partir de 04 de novembro deste ano, Sergipe passará a ter voos regulares para Buenos Aires, capital da Argentina, primeiro destino internacional regular do Aeroporto Santa Maria, em Aracaju. Para possibilitar o novo destino aéreo, o governador Jackson Barreto assinou o Termo de Acordo entre o governo do Estado, por meio por meio da secretaria de Estado de Turismo (Setur), com a Gol Linhas Aéreas, nesta quinta-feira, 14.

Para Jackson Barreto, a implantação do novo destino aéreo regular é um marco para o estado. “É um dia histórico. O primeiro voo internacional saindo de Aracaju. Esse voo da Gol tem uma importância fundamental porque nos coloca no cenário internacional. É um avanço muito grande. Resultado do trabalho do nosso governo para fortalecer cada vez mais o turismo. Estamos investindo, atualmente, mais de R$ 100 milhões nessa área, para criar mais opções, mais destinos para aqueles que visitam o nosso estado. Além da iniciativa do governo com as obras, vamos, agora, iniciar também um grande trabalho de marketing do nosso estado a nível internacional, nacional e regional”, afirmou.

O voo realizado pela Gol fará escala em Salvador e o tempo médio de viagem até a capital argentina será de quatro horas e meia, já contando com a escala. A aeronave será um Boeing 737-800.

O diretor de Relações Institucionais da Gol, Claudio Neves Borges, considera que a nova operação abrirá as portas do estado para os países do Mercosul. “A Gol tem a honra e privilégio de ser a primeira linha aérea a fazer o voo internacional regular no estado de Sergipe. A gente vê com muito bons olhos essa iniciativa. Fizemos uma pesquisa de mercado que prova que existe uma demanda reprimida para o estado. É notório que, ao lançar o voo, a gente espera uma explosão dessa demanda e prevemos isso com um ponto extremamente positivo para o estado”.

Para viabilizar a operação, o governo do Estado concedeu incentivo no QAV (querosene de aviação), reduzindo a alíquota do ICMS incidente para 6%. Claudio Neves elogiou o esforço do Estado para viabilizar o procedimento. “O governo do Estado merece todos os louros, pois se esforçou para isso. Ele entendeu que o transporte aéreo é um indutor da economia, por isso trabalhou conosco para reduzir o custo do transporte para que a gente pudesse trazer o voo”.

O secretário de Estado do Turismo, Fábio Henrique, explicou que a implantação do voo garantirá um maior número de turistas argentinos no estado. “A expectativa é que tenhamos entre 500 a 600 argentinos todos os meses visitando o nosso estado, para ocupar nossos hotéis e restaurantes e movimentar toda a cadeia produtiva do turismo”.

Conforme Fábio Henrique, até o início da operação do voo, a Setur realizará ações promocionais na Argentina para reforçar o destino Sergipe. Serão realizadas rodadas de negócios entre os receptivos e hotéis sergipanos e operadoras, agentes de viagens e a imprensa argentina. Fábio Henrique falou ainda que a iniciativa promoverá um aumento de receita para o estado já que as aeronaves da Gol vão passar a abastecer em Aracaju. “Com o preço promocional previsto pela Gol, de  300 dólares a passagem de ida e volta, muito mais acessível que passagens nacionais, isso favorece tanto sergipanos que queiram visitar a Argentina quanto os argentinos a nos conhecerem”, acrescentou o secretário.

A Infraero está desenvolvendo um projeto para que o aeroporto opere com tranquilidade, desenvolvendo uma logística integrada com a Receita Federal, Polícia Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Ministério da Agricultura e Governo de Sergipe. O voo já foi autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pela autoridade competente de aviação argentina.

A presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis/Sergipe (Abih/SE), Daniela Mesquita, avaliou a chegada do voo para Argentina como uma excelente notícia. “É uma oportunidade para o destino Sergipe ser promovido na Argentina, até porque sabemos de outros destinos do Nordeste que já estão trabalhando o voo e estão tendo um excelente resultado. Chega a uma boa hora a assinatura deste voo”.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Viagens em Sergipe (Abav/SE), João Ávila, a iniciativa beneficia tanto a economia sergipana, quanto sergipanos e argentinos. "A iniciativa privada norteada pelos incentivos do governo fazem a economia fluir. A história de Sergipe, nos últimos anos, passa por uma série de desafios. Não foi fácil o caminho até chegarmos a este voo assinado hoje. Isso junta-se a reforma do aeroporto e aproximará povos e culturas, para que argentinos e sergipanos possam desfrutar mutuamente desses dois destinos".

O Termo de Adesão estabelece ainda que a Gol manterá, no mínimo, a mesma quantidade de voos nacionais operacionalizados em 2016 em Sergipe, além de operacionalizar voos extras para o estado no período de alta estação, de acordo com a demanda.

Aeroporto

Em 2016, o Aeroporto de Aracaju recebeu 1.225.591 passageiros, em 2017, as estatísticas da Infraero indicam que o aeroporto já recebeu, até o mês de junho, um total de 603.240 passageiros.

Em 02 de junho, a Infraero apresentou o novo projeto de ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Santa Maria. A obra está orçada em R$ 85 milhões, valor que compreende o novo terminal e a ampliação do pátio de aeronaves em 8.500 m². Outros R$ 25 milhões serão destinados à conclusão da obra da pista de pouso e decolagem, que já alcançaram 80% de execução. A Infraero já dispõe dos R$ 110 milhões necessários. Os recursos são oriundos de emendas parlamentares (R$ 70 milhões de 2016 e R$ 40 milhões do orçamento de 2017).

Na ampliação e reforço da Pista de Pouso e Decolagem a Infraero já investiu R$ 60 milhões. Com as novas intervenções, o total investido no aeroporto atingirá R$ 170 milhões.

Desde 2013, o governo de Sergipe realizou uma série de intervenções complementares à ampliação do Complexo Aeroportuário, a exemplo da implantação de um novo Sistema Viário no Entorno do Aeroporto, o desmonte do Morro da Piçarreira e a demolição do Reservatório de Água da Deso, o R-5. Computando-se todas as intervenções executadas, o Governo do Estado executou ações que corresponderam a um investimento total de aproximadamente R$ 55,5 milhões.

Investimentos no Turismo

Por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), linha de crédito entre o governo do Estado e o Banco Interamericano de Desenvolvimento no Brasil (BID), estão sendo investidos US$ 100 milhões para o desenvolvimento do turismo em Sergipe, no âmbito do Prodetur Nacional. Cabe ao BID o financiamento de US$ 60 milhões, US$ 40 milhões são a contrapartida estadual.

Em março, o governo do Estado, no âmbito do Prodetur, firmou Ordem de Serviço para implantação do sistema de esgotamento sanitário no povoado Crasto, um investimento de R$ 5.984.822,66. Na mesma data, o governador Jackson Barreto assinou autorização para abertura do processo licitatório para construção da orla do povoado Crasto – o investimento previsto é de R$ 2.757.648,03. A licitação está sendo finalizada e aguarda autorização da SPU. 

Em julho de 2016, o governo do Sergipe inaugurou a orla de Canindé, um investimento de R$ 6.633.884,61. E está em execução a reforma do Centro de Turismo de Aracaju, no qual estão sendo investidos R$ 1.345.000,00. Em fevereiro, o governo do Estado apresentou os Cursos de Capacitação que serão ofertados pelo Prodetur/SE. As capacitações correspondem a um investimento de R$ 3.225.459,67. Os cursos serão ministrados por profissionais do Senac, do Sebrae e da Universidade Federal de Sergipe.

O secretário Fábio Henrique informou que, até o final do ano, novas obras do Prodetur devem ser lançadas pelo governo. “Obras como a reforma da Orla Por do Sol, construção da orla do povoado Pontal, em Indiaroba; do Crasto, em Santa Luzia do Itanhi e Curralinho, em Poço Redondo, dentre outros. També, iremos ter o Plano de Marketing e Mídias de Eventos, que, por determinação do governador Jackson Barreto, só será licitado após ser discutido com o trade turístico sergipano. Na próxima semana já vamos iniciar as discussões com o trade para lançar esse projeto que divulgará e consolidará o destino Sergipe no Brasil e no mundo”, destacou Fábio Henrique.

Com recursos do Prodetur, o governo do Estado ainda dispõe de R$ 20 milhões para projeto e execução da obra da orla do litoral sul de Aracaju (Adequação urbanística das praias do litoral sul de Aracaju). O projeto da nova orla está sendo realizado. A orla terá 16,5 quilômetros, se estendendo do final da Passarela do Caranguejo até o farol da praia do Mosqueiro. A intervenção englobará as praias de: Cinelândia, Aruana, Robalo, Refúgio, Náufragos e Mosqueiro. As praias serão urbanizadas e dotadas de infraestrutura.

SECOM/ SE