Adema emite licença ambiental para passeios de buggies na Praia do Saco

Rota terá três áreas delimitadas e não causarão degradação ambiental



27/01/20 10h22   Turismo Imprimir

 

 

A partir deste sexta-feira(24), moradores e turistas que frequentam a Praia do Saco, no município de Estância, litoral Sul do Estado, poderão realizar passeios de buggies por suas dunas. A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) concedeu a licença ambiental para que a Associação dos Prestadores de Serviços de Turismo em Buggy e Similares do Litoral de Estância, possa fazer rotas específicas, tornando livre a exploração da atividade em uma das praias mais visitadas de Sergipe.

De acordo com o  diretor-presidente da Adema, Gilvan Dias, apesar da concessão da licença, os entendimentos com o Ministério Público Federal terão continuidade. "O MPF ingressou com ação judicial para impedir atividades que possam degradar o meio ambiente, entre elas, os passeios, porém, a licença concedida no dia de hoje permite a liberação de três roteiros específicos para os buggies, uma atividade classificada de ecoturismo de baixo impacto ambiental, que atenderá todas as exigências legais, até a questão ser completamente resolvida", explicou.

A aposentada paulista, Antônia Garcia, 84 anos, disse que durante as férias sempre viaja para as praias do Nordeste e que os passeios de buggie sempre está incluído na sua programação. “Estamos em seis pessoas, já passeamos de buggie em outros cidades como Natal e adoramos o passeio, pois a gente acaba conhecendo outros lugares e paisagens que só conseguimos ter acesso com esse tipo de veículo. É muito importante para nós turistas que essa atividade seja devidamente regularizada, para que possamos desfrutar das belas paisagens com segurança e sem agredir o meio ambiente”, declarou.

O presidente a Associação de Buggy Tour do Litoral de Estância, Josival Lima, se mostrou contente com a emissão da licença. "Nossa associação possui 40 sócios e estamos muito felizes com esse aval da Adema, pois com essa permissão conseguiremos buscar as próximas autorizações que precisamos. Nosso intuito é que a atividade seja regularizada e que possamos prestar nossos serviços da melhor forma”, afirmou.

Agência Sergipe