ABIH-SE e entidades do trade turístico apresentam à PMA sugestões para amenizar a crise no setor de Turismo



20/03/21 03h01   Turismo Imprimir
Kaio Espínola
 

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Sergipe (ABIH/SE), em conjunto com entidades do trade turístico, apresentaram à Prefeitura de Aracaju, nesta sexta-feira, 19, sugestões para amenizar a crise que assola o setor. Foi durante uma reunião virtual com o secretário municipal da Fazenda, Jeferson Passos. 

Desde o início da pandemia da COVID-19, o setor de Turismo, que movimenta mais de 60 setores da economia, tem sido um dos mais afetados, economicamente, com o avanço do novo coronavírus e a aplicação de decretos para a contenção do vírus. O aumento da taxa de desemprego e o crescente fechamento de estabelecimentos ligados ao setor estão aumentando a cada dia. 

Por este motivo, os representantes das entidades apresentaram uma série de medidas que podem amenizar os efeitos da crise, tais como: redução do ISS e prorrogação do parcelamento do IPTU. Na oportunidade, o Secretário Municipal de Finanças, Jeferson Passos, se comprometeu a estudar as medidas e dar uma posição até o final do mês de março. 

Para a presidente da Associação Empresarial de Turismo, Sergipe Destination, Daniela Mesquita, está muito difícil pensar no pós-pandemia agora. "É muito bonito falar no pós-pandemia, mas e quem vai sobreviver? Estamos lidando com demissões, com fechamento de empresas. Tem setor que está há um ano sem faturar nada. É um apelo mesmo! Precisamos que nossos pedidos sejam avaliados e atendidos por uma questão de sobrevivência. Eu nunca imaginei viver o que estou vivendo”, desabafa.

Para o presidente da ABIH/SE, Antônio Carlos Franco, as medidas propostas são indispensáveis para tentar reduzir o impacto econômico e os efeitos calamitosos causados pela pandemia do coronavírus, ao setor hoteleiro e às demais cadeias produtivas do turismo. “Há quase um ano, no início da pandemia, fizemos esse mesmo pleito à PMA, porém recebemos um não. Hoje, fomos bem atendidos pelo secretário Jeferson que irá analisar as nossas sugestões. Compreendemos que a prioridade é a saúde e a vacinação de toda população, mas estamos pedindo, também, para o poder público olhar para a economia, para as empresas e os trabalhadores. Outras capitais estão adotando medidas visando esse mesmo objetivo. Está na hora de contarmos com a solidariedade e sensibilidade da Prefeitura, e colocar na prática o discurso que o Turismo é prioridade”, reivindicou.

Também participaram da reunião o vereador por Aracaju, Fabiano Oliveira; Gustavo Paixão, da Abrape, Bruno Dorea, da Abrasel e José Balbino, pela ABAV.

ASCOM/ABIH-SE