Ministro do Desenvolvimento é recebido por Belivaldo e anuncia projeto do Canal de Xingó

Ministro Rogério Marinho e governador Belivaldo Chagas, também, anunciaram R$ 23,4 milhões para a continuidade de obras de saneamento em Aracaju, Lagarto e Nossa Senhora do Socorro



24/04/21 11h44   Política Imprimir

O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, recebeu nesta sexta-feira, 23, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que veio ao estado para a assinatura de ordem de serviço do projeto executivo do Canal de Xingó (Lote 1 da Fase 1). O investimento federal nos estudos, que deverão ser entregues em até 440 dias, será de R$ 5,9 milhões.

“É uma obra que mais uma vez vai unir a Bahia à Sergipe, nasce na Bahia e vai terminar na região de Glória. São 300km, ao todo, uma obra grandiosa que vai trazer um benefício histórico no abastecimento de água para o povo sertanejo, tanto para o consumo humano quanto para a agricultura”, destaca o governador.

A ordem de serviço refere-se à elaboração do projeto executivo dos primeiros 50 km do Canal de Xingó, correspondentes ao Lote I da Fase I. A Fase I é dividida em duas partes (Lotes I e II) e tem extensão total de 114 km, com captação no Reservatório de Paulo Afonso IV e extensão até o local do antigo Reservatório R-5, em Poço Redondo (SE) – essa fase permitirá usos múltiplos da água nos municípios de Paulo Afonso e Santa Brígida, na Bahia, e Canindé do São Francisco, em Sergipe.

O projeto Canal de Xingó terá extensão total de aproximadamente 300 km e será dividido em quatro fases. As fases II a IV alcançarão os municípios de Porto da Folha, Monte Alegre de Sergipe e Nossa Senhora da Glória, em Sergipe. Para abastecimento humano, haverá oferta de água aos municípios baianos de Paulo Afonso e Santa Brígida, bem como reforço à rede de abastecimento do estado de Sergipe, com benefício direto e indireto, na Bahia e em Sergipe, a cerca de três milhões de pessoas.
 
Saneamento 

Na ocasião, os governos estadual e federal, também, anunciaram investimentos para a continuidade de obras de saneamento em Aracaju, Lagarto e Nossa Senhora do Socorro, durante solenidade realizada no Palácio dos Despachos. O anúncio corresponde à autorização de pagamentos que somam R$ 23,4 milhões, por empenho de recursos da Lei Orçamentária Anual (LOA), por parte do Governo Federal, para a continuidade de obras de saneamento básico dos municípios sergipanos.

“Quando a gente fala em investimentos em saneamento básico, a gente fala realmente de saúde e em desenvolvimento”, disse Belivaldo.

Em Aracaju serão R$ 15,5 milhões investidos, direcionados para parte da implantação do sistema de esgotamento sanitário da Zona Norte e na Zona Oeste de Aracaju. A obra, realizada pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso, corresponde a um investimento total de R$ 161.370.000,00, encontra-se com 63,93% dos serviços executados e beneficiará moradores do bairros 18 do Forte e Jabotiana, especificamente dos conjuntos Sol Nascente e Santa Lúcia e adjacências. Assim como para parte da ampliação da 2ª etapa do sistema de esgotamento sanitário da Estação de Tratamento e Recuperadora da Qualidade da Água (ERQ) Norte, que beneficia os bairros Bugio, Olaria, Jardim Centenário e Lamarão, cujo investimento total é de R$ 73.351.762,80.

Em Lagarto, os R$ 7,5 milhões complementarão os investimentos para a etapa do Sistema de Abastecimento de Água Integrado Piauitinga (Adutora do Piauitinga) no município. A obra total corresponde a um investimento de R$ 83.514.821,00 e 64,33% dos serviços já foram executados pelo Governo de Sergipe. A adutora vai levar água para os municípios de Lagarto, Salgado, Simão Dias e Riachão do Dantas. Em Lagarto, a frente de trabalho é referente à construção da nova estação de tratamento de água, que vai atender a este sistema integrado com a implantação de dois novos reservatórios apoiados, com capacidade para um milhão de litros de água em cada um. A obra vai levar desenvolvimento e qualidade de vida para os moradores da região Centro Sul de Sergipe e atender mais de 170 mil pessoas nos quatro municípios.
 
Em Nossa Senhora do Socorro, o investimento de R$ 247,4 mil complementará os recursos utilizados para a segunda etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário da Bacia do Rio Poxim e beneficiará moradores dos bairros Parque dos Faróis, Conjunto Jardim, Parque São José, Jardim Vila Ney, Parque Maio e Pai André. Ao todo, 97,68% da obra já foi executada e o valor total do investimento é de R$ 14.630.182,34.

Além do ministro, estiveram presentes no ato o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Moreira, e o superintendente regional da Companhia em Sergipe, Marcos Alves Filho; o diretor-geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Fernando Leão; a senadora Maria do Carmo; os deputados federais Fábio Reis, Fábio Mitidieri, Fábio Henrique, Bosco Costa, Laércio Oliveira, Gustinho Ribeiro e Valdevan Noventa; os prefeitos Edvaldo Nogueira (Aracaju), Padre Inaldo (N.Sra.do Socorro) e Hilda Ribeiro (Lagarto); a superintendente do Patrimônio da União em Sergipe, Ana Alves; o secretário estadual Ubirajara Barreto (Sedurbs) e o diretor-presidente da Deso, Carlos Melo.

 

Agência Sergipe Notícias